sábado, 13 de novembro de 2010

Capitulo 10 – segunda parte.

Já na maior cidade do planeta, Vanessa subia as escadas apressada, ela pedira para o porteiro do pequeno prédio para avisá-la quando o novo inquilino de Charlie chegasse, passaram dois dias da visita a Estátua, ela estava ansiosa para ver Zac, vestida com um jeans e moletom, Nessa tinha nos lábios um sorriso tímido que às vezes era trocado por mordidas no lábio inferior.

Vanessa refez o coque no cabelo, certificou-se que estava tudo ok com ela e então tocou a campainha. Quando ele abriu, um sorriso largo foi lançado de encontro a ela, e ela retribuiu com outro ainda mais radiante.

Nessa: oi!
Zac: oi!
Nessa: Já arrumou tudo?
Zac: não – ela foi entrando e ele fechou a porta sem tirar o olho dela.
Nessa: é esta melhor que o meu!
Zac: até porque já estava tudo no lugar quando cheguei – ela sorriu e virou-se para ele.
Nessa: e esse cheiro?
Zac: é o lanche de micro ondas que o Joe me deu, para eu não passar fome esta noite!
Nessa: não come no restaurante?
Zac: às vezes não, às vezes sim, mas ainda fico com fome!
Nessa: também olha o seu tamanho... – ela apontou para os braços de Zachary.
Zac: RS, você não devia estar no seu estagio? – ela passou os braços em volta do pescoço dele.
Nessa: sexta é a minha folga!
Zac: você esta tão radiante hoje – ela riu.
Nessa: ah pare, estou com um simples jeans e um moleton preto, sem se quer falar do cabelo... Como posso estar radiante?
Zac: você é simplesmente radiante, então não importa a roupa ou como o seu cabelo esta, sempre estará linda!
Nessa: essa foi à coisa a mais doce que alguém já disse para mim!

Beijaram-se por alguns minutos, até que Vanessa sugeriu ajudar Zac com as malas, que ele deixou de qualquer jeito no quarto. Ela saiu deixando Zac sozinho com o fogão prometeu a ela que levaria torrada com geleia depois e nem se quer torradeira ele tinha ali, o jeito era colocar a mão na massa e usar o forno, mas não era muito habilidoso na cozinha.

Vanessa puxou o zíper de uma das malas pretas gigantescas que estava ali, para a sua surpresa estava quase vazia e só teve mesmo o trabalho de separar o que estava sujo e guardar as demais, Zachary havia deixado tudo misturado, peças usadas com peças limpas, costume típico masculino, o dia em que ela conhecesse um que deixasse as coisas no lugar e separasse a roupa suja ela podia duvidar se era mesmo um homem, certo tinha se exeções mais se podia dizer que noventa por cento dos homens não se preocupavam com a roupa suja.

Puxou uma camisa azul e observou um pedaço de papel branco cair lentamente no chão, não pensou e deixou a camisa na cama e agachou-se para pegar o pequeno pedaço de papel.

Ela virou lentamente para si e observou a foto daquela que deveria ser à tão falada Kate. Ela sentou-se no colchão e continuou a olhar, era linda, pensou Nessa, os olhos verdes, cabelos castanhos, um tom diferente, muito bonita, tinha razão de Zac ter se apaixonado por ela, com certeza tinha vários pretendes na cidade onde moravam.

Enquanto Vanessa olhava a foto, Zac entrou no quarto com as torrada e a geleia. Logo soube que era a foto de Kate que ele escondera de Ashley que ela havia encontrado, se ele soubesse da possibilidade de ela encontrar, não teria permitido ela arrumar as coisas. A situação ficou um pouco tensa e ele quem resolveu quebrar o silêncio.

Zac: Estava na minha carteira quando cheguei, mas tirei e nem sabia onde estava.
Nessa: hum... Então eu achei para você.
Zac: Vanessa, eu nem sei por que eu trouxe isso, meu objetivo aqui era esquecer tudo e não me ajuda ter uma foto, eu sei, mas eu estava frágil então resolvi trazer ao menos uma foto... Dela.
Nessa: Esquecer? – ela lançou um sorriso meigo – não percebe que esta fazendo tudo errado? Zac entenda, não pode esquecê-la, isso é praticamente impossível se ela teve à proporção que imagino que tenha tido em sua vida!
Zac: não estou entendendo! A chave para acabar com o meu sofrimento, não é esquecer Kate?
Nessa: Não, o grande problema quando se perde alguém que amamos é que mesmo depois da morte continuamos alimentando a paixão, e a paixão faz querermos estar perto, sentir e como já não podemos mais, ai vem à dor, a dor de não ter, querer e não poder sentir perto, mas se isso mudasse? Esquecer Kate é muito difícil porque ela teve uma participação forte em sua vida, o que você tem que fazer é guarda-la dentro de si, com um sentimento de amor pelo o que ela foi para você, pelo que ela te ensinou quando estavam juntos e não alimentar a paixão, é ela quem faz sofrer!

Zac: e como se alimenta a paixão? Se soubesse um jeito de parar com isso, iria resolver a maioria dos meus problemas! – Vanessa olhou fundo nos olhos dele.
Nessa: bom, isso é complicado, talvez se pensar nela como uma amiga, se guarda-la no coração e consulta-la para procurar respostas, se valorizar mais os momentos e o que adquiriu para si quando estava com ela e começar aos poucos colocar em sua cabeça que já foi, que foram sim, coisas boas, mas que agora são somente lembranças e se conformar que ela já não esta mais aqui, talvez esse sentimento que apela pela presença vá embora aos poucos.

Zachary olhou admirado com ela.

Nessa: Não esqueça, se ela foi importante para a sua vida, não esqueça, as pessoas que deixam marcar boas na gente, merecem ser lembradas!


--------------------------------------------------------------------------

Postei! Acho que perceberam né?! HEHE
Flores obrigada pelos comentários!
Comenta mais?
Beijos *-*

3 comentários:

Bekinha Hudgens disse...

AHHHHHH

Kii lindo a vane danoo lição no zac *--* Muito fofiss

AnneZanessa disse...

Vanessa muito inteligente e sensível....
Acho que agora ela conquista o Zac de vez!


Tiz!!!! Te adoro amiguinha mais nova!!!!!!!!!!!!

bjossssssssss

ღღzanessaღღ disse...

aahh, eu amei, ta mt lindo, desculpa não ter comentado antes é que minha net tá ruim mas sempre q eu tiver um tempinho eu venho no blog
bj bj flor