sábado, 11 de setembro de 2010

Capitulo 7 – primeira parte.

Sábado, domingo e finalmente a segunda-feira. Zachary se encarava no espelho do banheiro, já devia ser por volta das onze da manhã, Robert já ligara para ele duas vezes.

Havia terminado de tomar seu banho e desembaçava o espelho em círculos enquanto escovava os dentes, os cabelos curtos estavam molhados e tinha apenas uma toalha em volta da cintura.

Sentou na cama e verificou se Robert havia deixado alguma coisa enquanto ele estava no banheiro, não havia nada, mexeu na carteira em busca do número do futuro patrão e se deparou com a foto de Kate que escondera na carteira antes de sair de sua casa na Pensilvânia.

Ver aquela foto naquela altura era como receber ter uma estaca no peito e não sentir nada, você sabe que esta doendo mas não sente, como uma anestesia geral, sabe que na hora do impacto não vai sentir mas depois vai vir toda a dor, é inevitável.

Fechou os olhos e devagar foram vindo todas as lembranças.

Flash-back

Era uma tarde fria de inverno e Zachary se aquecia na sala ao lado de Kate que repousava a cabeça no peitoral do namorado. Era uma bela cena, deitados no sofá.

Kate estava com fome, vontade de comer pão de mel, mas não qualquer pão de mel, o único pão de mel com chocolate da cidade de uma lojinha bem no centro. Zachary tentou impedi-la de sair naquele tempo, disse que iria e que ela poderia ficar e olhar Liz dormir, mas kate era teimosa e rebateu dizendo que tinha coragem o suficiente para enfrentar a estrada até a cidade e Zac não pode impedir que ela pegasse a velha caminhonete branca pela neve que descia mansa do céu.

Ela entrou na caminhonete e saiu, o tempo nublado deixava tudo tão cinza, ela pensou enquanto observava os pinheiros na marginal da estrada que estava fazia, ninguém ousava sair de perto de suas lareiras.

A estrada estava lisa, o gelo formava uma película escorregadia no asfalto, um único deslize e se perdia a direção de qualquer veiculo, ainda mais um tão velho quanto o que Kate estava dirigindo.

kate mexeu na bolsa procurando o celular para ver as horas e nesse único momento de destração, as rodas da frente dançaram na pista.

Ela olhou para frente assustada e sem querer pressionou o pé no acelerador, percorreu mais alguns metros, seus últimos metros, tentou frear, mas já era tarde demais. Era inevitável que iria haver um grande choque com um dos pinheiros da beira da estrada.

Fechou os olhos e o carro colidiu com o pinheiro.

O impacto foi tão forte que kate partiu na mesma hora, não teve chance!

Zachary percebendo a demora ligou para ela, mas não estava dando nem sinal. Duas horas depois do acidente, uma viatura fazendo ronda, avisou longe o carro retorcido. Com a lanterna na mão, um dos policias viu a poça de sangue do lado, sabia que tinha sido fatal.

Zac já tinha perdido a paciência e estava nervoso, andava para todos os lados e só parou quando atendeu ao telefone e escutou atentamente a voz da mãe de kate do outro lado da linha informando a ele a morte da filha.

Parou e olhou para frente, não se mexia Ashley o chamou o nome, mas era tão forte o impacto dentro dele que não conseguia falar, chorar ou se mexer. Nem sequer sentiu descer uma tímida lágrima do canto do olho.

Foi ao velório e aguentou ficar em pé, mas no enterro, quando viu a terra caindo por cima de sua amada, ajoelhou e somente fez chorar por vários minutos enquanto Ashley segurava sua mão.

--------------------------------------------------------

Divulgando:

http://zacefroon-vanessahudgens.blogspot.com

 É o blog da Miriam Rodrigues, ela pediu e estou divulgando, passem lá.

---------------------------------------------------------
Esta ai amores, obrigada por comentar!
Comenta gente?
Beijos *--*

5 comentários:

AnneZanessa disse...

ainnn!!!!!!!!! triste....... mas ta lindo!!!!!!! continua postando!!!! rapidinho!!!!!!!!

bjosssssssssssss

JelFran disse...

oi naum sou muito de ficar postando muitos comentarios mas so posto nas melhores historias
amei me apaixonei por essa historia ja faz um tempo que eu venho seguindo...
linda mesmo continui asssim...
sempre que puder vou tentar comentar
bjs da jel

Tainá disse...

ount *-*
fiquei com lagrimas nos olhos quando li o capitulo , está muito lindo eu amei (:
a fic está incrivel , estou adorando
posta mais , entro direto no Blog para ver se voce postou
bgs;

17Sophie disse...

Oh... coitadinho do Zac!

Posta depressa. Beijo

Karoline..♥ disse...

Amigaaa
O blog ta de +++
Posta mais??
Eu ameii o capitulo.
Tadinho do Baby Z
Beço :*
Ps: pOstA LoGo!!